março 15, 2011


Seu jeito, sempre tão tudo ou nada.
Vivendo intensamente.
Seja pra discutir ou para amar.
Me fez acordar
Da ficção para a realidade.
Me ensina a lutar.
Ver concreto o que era ilusão, só.
Eu quero cantar.
Teu amor que quebrou o encanto dos meus desencantos.
Tens livre acesso pra ir e vir.
Meu continente a explorar.
A descobrir.

Nenhum comentário:

Postar um comentário