abril 14, 2011


E quem sou eu pra falar de amor como algo certo; concreto? Posso responder essa. Sou Ninguém, nesse caso. Mal sei sobre ele! Eu só sei que eu o sinto. E sendo assim, sei que ele vive. Nada sei além disso, porém ele muito me ensina. Mesmo assim, mesmo com essa sabedoria que possui, ainda precisa de mim assim como eu preciso dele.


Um comentário: