março 29, 2011


É incrível como uma mesma faz com que eu sinta a morte e segundos depois me devolve a vida.

Um comentário: